/ Política

Estela Bezerra chama população a cobrar parlamentares: "os que não forem convencidos, devem ser coagidos"

17/02/2017 11h50

Redação Tambaú 247 - Durante a reabertura do Parlatório Deputado Tota Agra, nessa sexta (17), a  deputada Estela Bezerra (PSB)  se posicionou ferrenhamente contra a Reforma da Previdência. 

Segundo a deputada socialista a reforma é um profundo desrespeito com o trabalhador. Estela disse que as mudanças desconsideram as diferenças regionais e sociais dos diferentes grupos aos quais pertencem os trabalhadores: "Uma trabalhadora do campo e da cidade você vê a diferença no rosto e no corpo. Como igualar? As mulheres da cidade começam a trabalhar mais cedo mesmo assim ganham menos, como podem parar de trabalhar mais tarde?". Estela diz que a reforma atingirá de forma perversa trabalhadores rurais, mulheres e idosos, viúvos e viúvas: "Essas mudanças irão gerar um grande impacto econômico, se for aprovada, a reforma irá promover um redesenho do mapa da fome e da miséria no Brasil".

A deputada ainda conclamou a população a cobrar dos parlamentares a não aprovação da PEC 287/2016, que regulamenta as mudanças na Previdência Social: "Os que não forem convencidos devem ser coagidos a não votarem pela reforma".

 

Por Redação Portal Tambaú 247


Ver todas

Veja Também